VI Congresso de Educação Médica da Regional RJ/ES da Abem
  

VI Congresso de Educação Médica da Regional RJ/ES da Abem

CONGRESSO NO RJ ACONTECE EM MAIO

A cidade de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, será a sede do VI Congresso de Educação Médica da Regional RJ/ES da Abem. O encontro ocorrerá nos dias 3 e 4 de maio e tem como tema central Avaliação como Instrumento para Gestão. Com a participação de docentes, discentes, preceptores e gestores acadêmicos, serão aprofundadas as reflexões sobre o processo de ensino-aprendizagem nas escolas médicas.

O congresso será realizado na Universidade Iguaçu (Unig), campus Nova Iguaçu, cujo curso de Medicina comemora 43 anos em 2019. Oficinas e mesas-redondas irão possibilitar a discussão sobre temas como avaliação institucional e dos estudantes, metacognição, ensino em serviço e segurança do paciente. O Teste de Progresso elaborado pela Abem também estará na pauta. Paralelamente será promovido ainda o III Encontro dos Serviços de Apoio ao Estudante e a o Médico Residente.

As inscrições para o congresso podem ser feitas com desconto até 31 de março (de R$ 20 a R$ 130, conforme a categoria de inscrição). Para mais informações sobre inscrições e submissão de trabalhos, acesse o site do evento.

Conheça a Associação Brasileira de Educação Médica

padrao-noticias
  

Esclarecimentos sobre o cancelamento do Registro de Diplomas de outras Instituições

Em virtude de questionamentos sobre o assunto, a UNIVERSIDADE IGUAÇU – UNIG vem, por meio desta, esclarecer que, nos idos de 2016, a Portaria nº 738/2016 do MEC iniciou procedimento com o objetivo de rever os registros de diplomas de outras instituições realizados na UNIG, e, a partir dessa revisão, apurar a emissão de diplomas, por outras instituições de ensino que não a UNIVERSIDADE IGUAÇU, em desconformidade com os limites de sua atribuição — isto é, diplomas emitidos por instituições de ensino que, por sua categoria administrativa, não tinham autonomia (concedida pelo MEC) para tanto, e que acabaram sendo registrados pela UNIG.

Em 26 de julho de 2017, foi publicada a Portaria SERES/MEC nº 782, de 26 de julho de 2017, em razão da assinatura do Protocolo de Compromisso entre a UNIG e o MEC, que reconheceu a autonomia da UNIG para registrar seus próprios diplomas e, com o intuito de fortalecer os procedimentos internos da instituição e promover a aplicação das normas regulatórias, de modo a evitar fraudes de terceiros estranhos à universidade, impôs algumas obrigações relativas ao registro de diplomas de outras instituições, determinando que a UNIG identificasse (a) os possíveis diplomas, emitidos por terceiros e registrados na UNIG, em desconformidade com os atos regulatórios e legislação educacional; e (b) a possível diplomação, por instituições terceiras que vieram a registrar seus diplomas na UNIG, de alunos não informados no Censo Educacional do INEP; impondo à UNIG que, a partir dessa constatação, procedesse com os consequentes cancelamentos dos registros realizados nos referidos diplomas.

Nesse contexto, é importante ressaltar que, nos termos do art. 80, §1º da LDB, o credenciamento pela União é indispensável para oferta de programas de educação à distância por instituições, que têm de ser especificamente habilitadas para tanto. Esse não era o caso de algumas instituições que registraram seus diplomas na UNIG, com destaque para uma instituição sediada no estado de São Paulo, que teve grande número de diplomas cancelados. Essa instituição não estava habilitada/credenciada para tanto e, por tais motivos, acabou sendo descredenciada, pelo MEC, por oferta irregular.

Oportuno destacar, ainda, que se considera irregular a expedição de diplomas de alunos não declarados no Censo da Educação Superior do Inep. Assim, considerando que a relação não é pública, cabia à instituição comprovar que os registros cancelados foram declarados para que os mesmos permanecessem ativos, o que não foi feito pela instituição.

Foi diante (a) da obrigação da UNIG, imposta pelo Protocolo de Compromisso firmado com o MEC e o MPF, de identificar e cancelar os registros de diplomas emitidos em desconformidade com os atos regulatórios e legislação educacional; (b) da constatação, pelo MEC, das irregularidades promovidas pelas instituições emissoras de diversos diplomas registrados na UNIG; e (c) do não recebimento da listagem de alunos informados no Censo Educacional do INEP; que a UNIG procedeu ao cancelamento do registro de diversos diplomas emitidos pela referidas instituições. Um diploma emitido por uma instituição que não tem autonomia para tanto, em desacordo com os atos autorizativos e de credenciamento das respectivas instituições de ensino, é um documento nulo desde a origem, que não se convalida com o ato do registro.

Cumpre esclarecer, ademais, que em momento algum a UNIG foi convocada para a CPI da ALEPE – Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, pois não integrava o rol de instituições que ofertavam o ensino objeto da investigação. Ou seja, a UNIG nunca foi instituição alvo da investigação levada a cabo pela referida CPI.

Atenciosamente,
Reitoria da Universidade Iguaçu – UNIG

admunig (1)
  

Jubileu de Prata – Administração

Ao longo desses 25 anos e, em especial, nos últimos tempos, os Administradores enfrentam cenários cada vez mais complexos compelindo-os a se adaptarem às mudanças tecnológicas e estruturais, organizacionais e mercadológicas, sociais e econômicas que ocorrem em ritmo acelerado nessa era globalizada. No que tange ao Brasil, em particular, uma crise moral e de identidade nacional fica exposta, tal como os escombros da cidade submersa em um reservatório na seca. Paradoxalmente neste ambiente desfavorável é que o Administrador pode mostrar suas potencialidades, pois o terreno é fértil para semear práticas de gestão que transformaram várias partes do mundo, em situações muito adversas e transpuseram as barreiras do improviso, da falta de planejamento, do amadorismo em detrimento ao profissionalismo que insiste prevalecer em quantidade expressiva nas gestões de diversas organizações, públicas e privadas deste imenso país.

Ao completar 25 anos o curso de Administração da UNIG trilhando seu ciclo de vida alcança a pujante posição de destaque na Baixada Fluminense, segundo indicadores de qualidade do MEC. O resultado recente alcançado no CPC, nota 4, numa escala de 1 a 5  , é um processo que teve início em outubro de 1993, quando seu criador, o saudoso Dr. João Batista Barreto Lubanco , protagonista e precursor, incentivador e conselheiro, crítico e  bendizente deu forma e incorporou , o curso de Administração do Campus Nova Iguaçu a Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas da UNIG, juntando-se assim ao conceituado curso Jurídico, este já naquele tempo  um conceituado curso e uma referência  na região.

De lá pra cá milhares de atores desempenharam seus respectivos papéis, docentes , funcionários , gestores e colaboradores,  sobretudo discentes, nossos alunos que nutridos de informação crescem  se formam e transformam suas vidas e de quem  os cercam..

Hoje não basta identificar uma necessidade e atendê-la mediante o fornecimento de um produto ou serviço: é preciso fazer um esforço constante de inovação e criatividade para manter a competitividade. O que antes seria um diferencial competitivo é, hoje, um elemento essencial de sobrevivência e precisa de constante renovação para continuar a agregar valor. A conectividade propiciada pela tecnologia do universo digital e virtual exige novas capacidades. Entre elas, um perfil mais humanizado e integrado do profissional, que deve ser capaz de interagir em todos os níveis. O novo perfil do profissional de Administração, delineado na Pesquisa Nacional Perfil, Formação, Atuação e Oportunidades de Trabalho do Administrador identifica, entre outras características, o papel de articulador. Além disso, a pesquisa indica que este profissional deve ter uma formação diversificada, com base não apenas nas especificidades da área e em uma educação formal, mas, também, na experiência individual, potencializada por viagens, leituras e amplo acesso à informação e a manifestações culturais. O novo Administrador precisa ter conhecimento e vivência; ter ainda capacidade de sintonia fina; compreender as necessidades de todos os seus públicos; e saber compartilhar conhecimentos e experiências. Suas decisões deverão estar embasadas numa perspectiva abrangente e participativa. Isso requer fortes habilidades sociais, principalmente de relacionamento e comunicação – inclusive o domínio de outros idiomas e da atuação em rede – além de uma proatividade constante. A característica instável e efêmera do mundo atual exige que o profissional seja capaz de ação e reação em tempo real. Isso pressupõe ter uma visão global e em longo prazo combinada com atividades localizadas e imediatas. Adaptação e flexibilidade tornaram-se qualidades-chave para o exercício profissional. Mais do que nunca, para liderar é preciso garantir a participação dos colaboradores na identificação dos problemas e soluções e saber negociar para construir consensos que facilitem a implementação das decisões tomadas. É cada vez mais extensa a lista de qualidades exigidas do profissional, que vão muito além das especificidades da área: polivalência e multitarefas; responsabilidade e confiabilidade; flexibilidade e adaptação; criatividade e inovação; iniciativa e empreendedorismo; respeito à sustentabilidade ambiental, social e econômica; trabalho em equipe e conexão em rede; capacidade de entrega; ética; entre outras.

medjaneiro
  

Alunos do Curso de Medicina: Nova Iguaçu

Atenção Alunos do Curso de Medicina – Campus Nova Iguacu.

O pagamento da mensalidade de Janeiro deverá ser realizado somente através de boleto bancário, nas agências bancárias, impreterivelmente até o dia do vencimento (05/01) para que o aluno possa usufruir do desconto de primeiro vencimento.

Lembrando que o sistema bancário normalmente aceitará esse pagamento até o dia 07/01, segunda-feira, pelo fato do dia 05 ser um sábado.

Caso o aluno não tenha recebido o boleto, deve ligar para (21) 3388-5295.

Atenciosamente,
Diretoria Financeira – Campus I

CADASTRE SEUS DADOS PARA RECEBER O BOLETO DE JANEIRO

post
  

ECG NA EMERGÊNCIA: O QUE TODO MÉDICO DEVE SABER?

ECG NA EMERGÊNCIA: O QUE TODO MÉDICO DEVE SABER?
Data: 06/12/18
Local: Auditório do bloco K – 18h às 22h
Entrada: 1kg de alimento não perecível
Inscrições pelo telefone: (21) 3101.5260

5.1. Público-alvo: 
– Estudantes de medicina, residentes e médicos. Vagas previstas: 300

5.2. Justificativa: – O conhecimento básico do eletrocardiograma é essencial para a formação de futuros médicos, pois é uma ferramenta que pode alterar drasticamente a mortalidade e morbidade de pacientes, principalmente no cenário de centros de emergências. Sua interpretação é essencial para todo e qualquer médico. Devido a sua complexidade, tal tema é abordado com deveras superficialidade durante a graduação, cabendo alternativas como esse evento.

5.3. Objetivo (s) geral (is) e Objetivo (s) específico (s):
– O objetivo primário é fornecer as informações básicas interpretativas do eletrocardiograma para os participantes, de forma simples e objetiva, caracterizando sua relevância em diversos cenários, principalmente relacionados a eventos isquêmicos, arritmias, alterações hidroeletrolíticas, entre outras

Apresentação: 

“ECG na emergência: o que todo médico deve saber?” será uma palestra ministrada no dia 06/12/18, no auditório do bloco K do campus da UNIG, a partir das 18:00 horas. O conhecimento básico do eletrocardiograma é essencial para o estudante de medicina, assim como para residentes e médicos, inclusive de outras áreas, pois tal conhecimento pode nortear a conduta frente a um cenário desfavorável para um paciente. As emergências cardiológicas correspondem a quase 50% dos atendimentos no setor de emergência, cabendo ao profissional da saúde uma rápida e precisa resposta, sendo o papel do eletrocardiograma determinante na morbidade e mortalidade dos pacientes. De modo didático, objetivo e participativo, e sem a falsa pretensão de ensinar um assunto tão complexo em apenas algumas horas, tentaremos elucidar ao máximo a interpretação básica do eletrocardiograma, trazendo à tona suas correlações com os mais variados eventos, tais como doença coronariana, arritmias, distúrbios hidroeletrolíticos e outros. 
– Além da importância do tema, tal evento também irá arrecadar donativos, principalmente alimentos e insumos, para três instituições filantrópicas da baixada fluminense (Abrigo Luz de Escol, Casa de acolhida Flor de Laranjeira e Casa irmã Catarina). Dessa maneira, pretendemos estimular mais eventos e a responsabilidade social nos alunos em formação e dos demais participantes. Será solicitado a doação de 1 kg de um alimento não perecível no ato do evento.

Palestrantes:
1) Octávio Drummond Guina:
– Médico especialista em Cardiologia (Instituto Nacional de Cardiologia / Título de especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia);
– Médico especialista em Clínica Médica (Hospital Geral de Nova Iguaçu);
– Mestrando em ciências cardiovasculares (INC / UFRJ);
– Professor ajunto de Clínica Médica (UNIG);
– Professor de Clínica Propedêutica/Semiologia (UNESA);
– Cardiologista (Unidade Coronariana – Hospital Samaritano/Barra da Tijuca);

2) Amanda Rodrigues Fernandes:
– Médica especialista em Cardiologia (Instituto Nacional de Cardiologia / Título de especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia);
– Médica especialista em Clínica Médica (Hospital Universitário Gaffrée e Guinle – UNIRIO);
– Mestranda em Clínica Médica (UNIRIO);
– Cardiologista (Unidade Coronariana – Hospital UNIMED/Barra da Tijuca);

thfit
  

Uso de fitoterápicos e seu impacto na saúde pública

Uso de fitoterápicos e seu impacto na saúde pública: um estudo de caso com drogas vegetais hipoglicemiantes (efeito hipoglicemiante de pata de vaca) Veja mais

farma
  

Curso de Extensão – Farmacogenética Geral e Clínica

As inscrições estão abertas para o Curso de Extensão em Atualização em Farmacogenética Geral e Clínica!

Dia: 27/10
Local: campus I – Nova Iguaçu – Bloco B – sala 301
Professor: Sebastian Rinaldi
Horário: 8h às 17h
Público alvo: Acadêmicos e Profissionais de Farmácia
Carga horária:8h
Valor: R$ 70,00
Inscrições: Central de Atendimento do bloco A
Informações: 2765-4104

cria
  

Curso de Extensão – Diversão de quem ensina e aprendizagem de quem brinca

No próximo sábado teremos o curso de extensão “Diversão de quem ensina e aprendizagem de quem brinca”. As inscrições estão abertas e restam poucas vagas!

Dia: 20/10
Local: campus I – Nova Iguaçu – Bloco B sala 301
Professora: Edith Magalhães
Horário: 8h às 17h
Público alvo: Pedagogos, Professores e Educadores das séries iniciais
Carga horária:8h
Valor: R$ 70,00
Inscrições: Central de Atendimento do bloco A

subsea_th
  

Curso de Extensão – Introdução à Eng. Submarina e Equipamentos Subsea

Nos próximos sábados (20 e 27 de outubro) teremos o curso de extensão de Introdução à Engenharia Submarina e Equipamentos subsea.

Dias: 20/10 e 27/10
Local: campus I – Nova Iguaçu – Bloco B – sala 203
Horário: 8h às 17h
Professor: Erick Marouço
Público alvo: Profissionais das áreas técnicas e tecnológicas; Estudantes da Graduação dos diversos cursos de Engenharia.
Carga horária: 16h
Valor: R$150,00
Inscrições: Central de Atendimento do bloco A