post

ECG NA EMERGÊNCIA: O QUE TODO MÉDICO DEVE SABER?

ECG NA EMERGÊNCIA: O QUE TODO MÉDICO DEVE SABER?
Data: 06/12/18
Local: Auditório do bloco K – 18h às 22h
Entrada: 1kg de alimento não perecível
Inscrições pelo telefone: (21) 3101.5260

5.1. Público-alvo: 
– Estudantes de medicina, residentes e médicos. Vagas previstas: 300

5.2. Justificativa: – O conhecimento básico do eletrocardiograma é essencial para a formação de futuros médicos, pois é uma ferramenta que pode alterar drasticamente a mortalidade e morbidade de pacientes, principalmente no cenário de centros de emergências. Sua interpretação é essencial para todo e qualquer médico. Devido a sua complexidade, tal tema é abordado com deveras superficialidade durante a graduação, cabendo alternativas como esse evento.

5.3. Objetivo (s) geral (is) e Objetivo (s) específico (s):
– O objetivo primário é fornecer as informações básicas interpretativas do eletrocardiograma para os participantes, de forma simples e objetiva, caracterizando sua relevância em diversos cenários, principalmente relacionados a eventos isquêmicos, arritmias, alterações hidroeletrolíticas, entre outras

Apresentação: 

“ECG na emergência: o que todo médico deve saber?” será uma palestra ministrada no dia 06/12/18, no auditório do bloco K do campus da UNIG, a partir das 18:00 horas. O conhecimento básico do eletrocardiograma é essencial para o estudante de medicina, assim como para residentes e médicos, inclusive de outras áreas, pois tal conhecimento pode nortear a conduta frente a um cenário desfavorável para um paciente. As emergências cardiológicas correspondem a quase 50% dos atendimentos no setor de emergência, cabendo ao profissional da saúde uma rápida e precisa resposta, sendo o papel do eletrocardiograma determinante na morbidade e mortalidade dos pacientes. De modo didático, objetivo e participativo, e sem a falsa pretensão de ensinar um assunto tão complexo em apenas algumas horas, tentaremos elucidar ao máximo a interpretação básica do eletrocardiograma, trazendo à tona suas correlações com os mais variados eventos, tais como doença coronariana, arritmias, distúrbios hidroeletrolíticos e outros. 
– Além da importância do tema, tal evento também irá arrecadar donativos, principalmente alimentos e insumos, para três instituições filantrópicas da baixada fluminense (Abrigo Luz de Escol, Casa de acolhida Flor de Laranjeira e Casa irmã Catarina). Dessa maneira, pretendemos estimular mais eventos e a responsabilidade social nos alunos em formação e dos demais participantes. Será solicitado a doação de 1 kg de um alimento não perecível no ato do evento.

Palestrantes:
1) Octávio Drummond Guina:
– Médico especialista em Cardiologia (Instituto Nacional de Cardiologia / Título de especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia);
– Médico especialista em Clínica Médica (Hospital Geral de Nova Iguaçu);
– Mestrando em ciências cardiovasculares (INC / UFRJ);
– Professor ajunto de Clínica Médica (UNIG);
– Professor de Clínica Propedêutica/Semiologia (UNESA);
– Cardiologista (Unidade Coronariana – Hospital Samaritano/Barra da Tijuca);

2) Amanda Rodrigues Fernandes:
– Médica especialista em Cardiologia (Instituto Nacional de Cardiologia / Título de especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia);
– Médica especialista em Clínica Médica (Hospital Universitário Gaffrée e Guinle – UNIRIO);
– Mestranda em Clínica Médica (UNIRIO);
– Cardiologista (Unidade Coronariana – Hospital UNIMED/Barra da Tijuca);